Hipertensão arterial sistêmica

Chamada também de pressão alta, é uma medição da força exercida contra as paredes das artérias. Os vasos sanguíneos estão sob pressão constantemente, e eles podem ser danificados, porque quanta mais elevada for a pressão, maior é o esforço do coração para bombear sangue para todo o corpo.

A cada batimento, o coração bombeia sangue para os vasos sanguíneos, levando sangue para todo o corpo. A pressão normal em adultos é de 120 mm Hg e de 80 mm Hg quando o coração está em repouso. Quando a pressão subir a 140/ 90 mm Hg, as estadísticas apontam que a pressão é alta.

Hipertensão é o termo usualmente utilizado para descrever a pressão alta. Estima-se que no mundo há mais de um bilhão de pessoas com hipertensão.



Como a pressão arterial afeta o coração?


Quanto mais elevada for a pressão arterial, maior é o risco de danos ao coração e aos vasos sanguíneos de órgãos principais como o cérebro e os rins. Esta patologia é a causa prevenível mais importante de doenças cardiovasculares no mundo.

A pressão alta submete o coração a muito esforço. Como consequência, o coração aumenta de tamanho para poder realizar o trabalho adicional. Como qualquer outro músculo no nosso corpo, ele cresce ao ser submetido a um esforço.

Quando a hipertensão não é controlada, pode provocar um problema cardiovascular maior: um infarto, uma hipertrofia ou aumento do coração, e com o tempo, até insuficiência cardíaca. A pressão arterial também pode causar uma filtração de sangue no cérebro, produzindo um acidente vascular cerebral AVC hemorrágico: hemorragia na retina, ruptura ou dissecção das artérias carótidas.




Causas


Há vários fatores que influem no desenvolvimento da pressão alta:

  • Hábitos pouco saudáveis: dieta alta em sódio, consumo de álcool, falta de atividade física, sobrepeso e obesidade.
  • O estado dos rins, do sistema nervoso e dos vasos sanguíneos.
  • Os níveis hormonais.
  • Alguns medicamentos para a asma, tratamentos hormonais, a pílula anticoncepcional, e medicamentos de venda livre para a gripe. Estes medicamentos podem modificar o equilíbrio entre a água e o sódio no corpo e a contração dos vasos sanguíneos, gerando pressão alta.
  • Estresse, angústia ou ansiedade constante.
  • Consumo de alimentos altos em sal.
  • Histórico familiar.
  • Diabetes
  • Tabagismo
  • Obesidade
  • Hereditariedade

Com a idade, a probabilidade de desenvolver hipertensão é maior, porque os vasos sanguíneos se tornam mais rígidos, provocando acidentes vasculares cerebrais, infartos, insuficiência cardíaca, doenças renais ou morte prematura.




Sintomas


Na maioria dos casos, o paciente não apresenta sintomas. A pressão alta é detectada nas consultas médicas ou em exames médicos de rotina. Porém alguns pacientes apresentam os seguintes sintomas:

  • Dor de cabeça intensa
  • Vertigem
  • Zumbidos nos ouvidoss
  • Sensação de ver luzes pequenas
  • Visão borrada
  • Dor no peito ou nas costas
  • Sangramento nasal



Mudanças no estilo de vida para ajudar no controle da pressão alta:

Tem vários jeitos para manter em níveis ótimos a pressão arterial. Seguir as recomendações favorecerá os seus resultados. A supervisão médica e dicas de alimentação professionais são a melhor forma de começar um estilo de vida saudável. Não é o mesmo perder peso do que emagrecer. O primeiro pode ser redução muscular e o segundo, perda da gordura corporal.


  • Siga uma dieta saudável, com mais frutas e legumes, alimentos ricos em potássio como bananas, tomates e abacaxi, e alimentos ricos em fibra como pão integral, arroz integral, e cereais, com moderação.
  • Beba 6 copos de água ou 1 a 2 litros de água por dia, e bebidas sem açúcar.
  • Pratique atividades físicas: caminhar ou aerobics 30 minutos diários.
  • Abandone o cigarro.
  • Reduza o consumo de álcool.
  • Reduza o consumo de sódio, os alimentos muito salgados, e evite colocar sal a mais nas refeições.
  • Tente reduzir o estresse, ansiedade e preocupações. Medite ou pratique yoga, atividades que ajudam aos pacientes com muito estresse.
  • Mantenha um peso saudável para sua estatura.


Tratamento


O médico decidirá o tipo de medicamento que é melhor para você, com base no seu prontuário e na sua hereditariedade. O médico é a única pessoa que pode prescrever medicamentos para estabilizar a pressão arterial. É importante que você siga as indicações do seu médico, à risca.

Os seguintes são alguns tratamentos comuns para tratar a pressão alta:

  • Diuréticos.Eles ajudam os rins a eliminar o excesso de sódio no corpo. Como resultado, os vasos sanguíneos não retêm tanto liquido, baixando a pressão arterial.
  • Betabloqueadores.Eles fazem com que o coração bata mais devagar, e com menos esforço.
  • Inibidores da enzima conversora da angiotensina. Eles relaxam os vasos sanguíneos, ajudando a reduzir a pressão alta.
  • Bloqueadores dos canais de cálcio. Eles relaxam os vasos sanguíneos para evitar que o cálcio entre neles. Eles atuam como vasodilatadores.

É muito importante que o paciente esteja sob supervisão médica e que tome o tratamento exclusivamente prescrito para ele, na forma e dose sugerida pelo médico. É importante também comparecer às consultas médicas ou exames médicos, e seguir um estilo de vida mais saudável, com uma dieta equilibrada e exercício.



Bem-vindo

Cadastre-se agora | Esqueceu sua senha?

Ha olvidado la contraseña

Indique su nombre de usuario o dirección de correo electrónico. Recibirá un link por correo electrónico para crear una nueva contraseña.

Assine a Newsletter


E-mail